Serra da Arada - Trilhos de Água

15/10/2017

Serra de São Macário: Da Pena a Covas do Monte




Foi a mais concorrida actividade dos últimos tempos, com a presença de 24 caminhantes, vindos de Aveiro, Porto, Ovar e Lourosa.

Começámos na Aldeia da Pena, já bastante atrasados em relação ao previsto, devido a um rali que decorria perto do Merujal e que bloqueou a estrada por mais de 1 hora.

Este percurso tinha sido percorrido, na última vez, em Novembro de 2015 e por isso sabíamos bem qual a dificuldade que iriamos encontrar. Preocupava-nos o facto do grupo ser tão grande o que normalmente leva a diversos problemas.

Iniciámos o percurso no sentido na bonita aldeia da Pena seguindo na direcção de Covas do Rio, seguindo o percurso conhecido pelo "caminho onde o morto matou o vivo”.

A descida, íngreme, pelas margens da Ribeira da Pena, continua a ser desafiante e bastante interessante. Infelizmente e à semelhança de todo o país, devido à seca, a ribeira tinha pouca água.

Uma pequena paragem em Covas do Rio, para reagrupar e descansar, e lá partimos em direcção a Covas do Monte, percorrendo diversos trilhos até chegarmos ao estradão que nos levou à aldeia. 

Depois de percorrermos a povoação iniciámos a difícil subida em direcção à aldeia da Pena. O calor apertava e a subida fez mossa em diversos elementos que resolveram, por bem, regressar a Covas do Monte e aí aguardar. O almoço estava marcado na antiga escola de Covas do Monte, agora restaurante, pelo que no regresso reuniamo-nos lá.

Com menor ou maior dificuldade os restantes chegaram à estrada e iniciaram o regresso à aldeia da Pena, pelo trilho a meia encosta que proporciona vistas relaxantes sobre as serras envolventes.

Passámos perto do trilho que leva às paredes de escalada e combinámos que lá iríamos voltar mais cedo ou mais tarde.

Já na Pena metemo-nos nos carros e dirigimo-nos à escola/restaurante de Covas do Monte onde, para além dos companheiros que por lá aguardavam, encontrámos um belo dum cabrito e uns bifes que nos deliciaram.

Excelente jornada esta partilhada com um grupo de gente em muito boa forma!

Francisco Soares

0 comentários: