Pedalando pelo GR28

A serra a arder perto do Merujal, 07 de Agosto de 2010.

Serra do Gerês

Caminhando entre Garranos, de 07 a 08 de Maio de 2005.

Serra de São Macário

Escalada na Pena, 15 de Setembro de 2013.

Serra da Estrela

I Travessia em autonomia total - Guarda - Loriga, de 12 a 16 de Abril de 2004.

Linha do Dão - Ponte de Nagoselas

Travessia BTT pelas Linhas do Dão e Vouga, de 09 a 11 de Abril de 2009.

Caminhos de Santiago

Travessia do Rio Lires no Caminho de Finisterra, de 29 a 31 de Julho de 2010.

Serra de Montemuro

Nas Minas de Moimenta, 29 de Janeiro de 2011.

Linha do Corgo - Ponte do Tanha

Travessia da Linha do Corgo, de 06 a 10 de Outubro de 2013.

Serra do Caramulo

Nas neves do Caramulo com vista para a Serra da Estrela, 04 de Dezembro de 2010.

Aldeias Históricas

De BTT em autonomia total pelo GR22, de 28 de Abril a 01 de Maio de 2006.

Serra de São Macário - Da Pena a Covas do Monte...

26/04/2009

Visita a Gourim - Serra da Arada








O dia estava frio mas bonito o que nos levou, a mim e à Natália acompanhados pelos nossos cães, a dar um passeio pela Serra da Arada e a visitar a abandonada aldeia de Gourim.
A Serra coberta de urze mistura os amarelos e lilases desta planta com os verdes da restante vegetação criando assim um espectáculo de beleza única.
No local verificámos que o antigo trilho que descia para a aldeia foi recentemente transformado em estradão, o que suscitava a hipótese de haver alguma recuperação na mesma. Aquando da primeira e única visita por nós efectuada, no ano 2000, apenas uma casa se mantinha intacta estando as restantes em completa ruína.
Chegados à aldeia pudémos verificar alguns, mas poucos, sinais de recuperação e pudémos, mais uma vez, apreciar as ruínas do que em tempos deve ter sido uma aldeia rústica na qual a vida não devia ser muito fácil.
Pelo caminho passámos pelas ruínas das minas de Gourim e supomos que após a extinção destas seguiu-se o abandono da aldeia.

11/04/2009

Travessia em BTT nas Vias férreas do Dão e Vouga


Mais uma excelente actividade, onde não faltaram excelentes momentos de convívio, de belas paisagens e de trilhos para todos os gostos.
Terminou assim em grande a Travessia em BTT das extintas vias férreas do Dão e Vouga.
Aproveito aqui para agradecer o apoio prestado pelo Clube de Caça e Pesca do Rio Pavia (Parada de Gonta) pelo apoio prestado na pernoita do primeiro dia.

Esta aventura será depois inserida na página referente à BTT nas vias férreas extintas, com os mapas do trajecto, etc...


04/04/2009

BTT nas Minas do Coval da Mó



Mais um treino em BTT, e mais uma vez com partida em Sernada do Vouga. Mas para não enjoar os velhos trilhos dedicamo-nos a procurar alternativas.
Partimos então de Sernada acompanhando o Rio Caima até Igreja. Daí dirigimo-nos à capela da Srª da Luz e em seguida subimos até ao Santuário da Senhora do Socorro.
Depois a caminho do Alto dos Barreiros passámos por mais um "monumento" ao fracasso. Os restos de um enorme complexo industrial conhecido pela Fábrica Recifel que parece que em 2003 por má gestão e desvio de fundos acabou por falir (onde é que já vimos essa história?). Lá constatámos, para além da tristeza de tamanho complexo em ruínas, mais uma atentado ecológico a contaminar o Rio Caima. Os depósitos de nafta, que ninguém se lembrou de esvaziar, com o tempo começaram a perder o viscoso e poluente líquido, que agora corre para o rio. Dada a localização da fábrica e ao facto de ninguém por lá passar, passa certamente despercebido e quem tem responsabilidades na matéria nem se preocupa com isso. Certamente que depois o Rio Vouga absorve isso tudo e nós da região acabaremos por nos "deliciar" com os resultados.
Acabámos uns Km's depois a beber a cervejinha da praxe e a comer uma bifana em Ribeira de Fráguas. Daí passámos em Bosturenga e seguimos até às Minas do Coval da Mó.
Pouco resta dos vestígios de tais minas. Subimos até ao estradão que liga à Casa Florestal e daí regressámos a Sernada. No final 42 Km de bons trilhos, com boas subidas e descidas deixáram-nos moidos mas satisfeitos.
Agora a adrenalina já está no ar para a Autonomia nas lInhas do Dão e Vouga a começar na próxima 5ª Feira.