Serra da Freita - Trilho das Levadas

25/02/2018

Serra de Montemuro: Trilho da Pombeira

Ontem eu, o Francisco, o Cardoso, o Dj e o Figueiredo fomos até Lamelas (Castro Daire) para fazer o Trilho da Pombeira.

Situado na Serra de Montemuro, serra que julgamos ter muito ainda a explorar e conhecer, temos, provavelmente, por motivos de acessibilidade, deixado fora das nossas escolhas.

Iniciámos a actividade junto à Igreja de Nossa Senhora dos Remédios em Lamelas de Cá e seguindo as marcações chegámos e atravessámos parte da povoação de Lamelas de Lá até chegarmos a um miradouro sobre a Cascata da Pombeira. 

Deste ponto também foi possível observar algumas aldeias dispersas pela serra, entre as quais uma que se situa sobre a cascata e junto à qual passaríamos mais tarde, a localidade de Codeçais.

Iniciámos depois uma subida à serra tendo como vista a Sul das Serras de São Macário, Arada e Freita e a Noroeste a de Montemuro e a povoação de Codeçais. 

A passagem junto ao Rio Vidoeiro trouxe a alegria do ruído da água a correr e a beleza das suas margens. O momento alto no rio é a passagem pelas "Poldras do meio", rochas posicionadas no leito do rio que permitem a  sua travessia. 

Por trilhos antigos e empedrados, onde as marcas dos rodados dos antigos carros de bois se encontram gravadas nas pedras, chegámos a um cruzeiro junto à estrada que leva a Codeçais.

Por trilhos entre campos lavrados chegou-se à entrada de Codeçais. Infelizmente o trilho não entra na povoação, o que penso que poderia ser interessante.

Descemos à barragem de Codeçais que forma uma albufeira. Penso que é a partir daqui que o Rio Vidoeiro se passa a chamar Rio Pombeiro. 
Acompanha-se o rio durante um bocado, podendo ver-se as ruínas de alguns moinhos enquanto se segue na direcção de Lamelas de Lá.

Antes de chegar à povoação seguimos por um trilho de pé posto para visitarmos a Cascata e os Moinhos da Pombeira.

O trilho com cerca de 600 metros tem uma excelente panorâmica sobre o vale do Rio Pombeiro. Na fase final é possível ver os moinhos, agora em ruínas, e a cascata. As águas do Rio Pombeiro lançam-se pelo leito acidentado da cascata em diversas quedas de belo efeito.

A visita a este ponto é obrigatória e de grande beleza.

Regressámos depois pelo mesmo caminho até à Povoação de Lamelas de Lá, a qual atravessámos, e depois pela povoação de Lamelas de Cá até chegarmos à igreja onde começámos o percurso.

O dia esteve magnífico e o percurso foi do agrado de todos, com momentos de grande beleza paisagística e natural. Aconselha-se.

Alberto Calé


1 comentários:

Percurso muito agradável. uma bela surpresa