Serra de São Macário - Da Pena a Covas do Monte...

10/06/2008

Multiactividade no Minho e Galiza

Sábado (07/Jun)

Partimos em direcção a Vila Nova de Cerveira, local a partir do qual nos propunhamos realizar um conjunto de actividades de Montanhismo e BTT, gastronómicas e turísticas.
Chegados à serra d'Arga dividimos o grupo. Nós (Calé, Vicente e Cardoso) seguiamos para o lugar de Arga de Baixo para percorrer a serra em BTT enquanto as acompanhantes (Natália, Andreia e Manuela) seguiam para Cerveira para uma actividade turística (a feira de Cerveira, ehehehehehe).
Iniciámos o percurso em direcção a Arga de Cima e em seguida percorremos um trilho empedrado e técnico até ao planalto da serra. Este trilho longo e duro pôs à prova as nossas fracas habilidades técnicas neste tipo de terreno, e após muitas quedas, esfoladelas e caminhadas ao lado da bike lá chegámos aos planalto.
Aqui reinava uma calma magnífica e em breve estávamos rodeados por dezenas de garranos que pastavam em manadas espalhadas pelos prados verdejantes. Bonita visão a destes belos animais que nos olhavam curiosos e desconfiados.
Percorrido o planalto subimos à Pedra Alçada, local de onde se avistava Viana do Castelo, Vila Praia de Âncora, Caminha e Vila Nova de Cerveira, vendo o Rio Lima ao longe e o o Rio Minho e o mar bem mais perto. Bonita paisagem.
Chegados ao final do passeio fomos beber uma tacinha de verde branco ao café da vila. Nada como saborear os belos prazeres minhotos.
A tarde prometia, com uma mariscada em La Guardia, e se a promessa era interessante melhor foi quando nos colocaram aquelas travessas enormes à frente. Sim que isto de pedalar abre muito o apetite.

Domingo (08/Jun)

Saimos pela manhã em direcção à Galiza para fazer o circuito pedestre dos Muiños de Fólon e Picón. Durante duas horas caminhámos e pudémos observar um grande quantidade de moinhos de água, que situados num local tranquilo, onde apenas o som da água a correr perturba o silêncio mas ajuda a relaxar. O local é de grande beleza e o património é digno de ser observado. Já lá tinha ido com a Natália e a Andreia mas valeu bem a pena voltar a percorrer estes trilhos.
Depois e já de regresso a Portugal fomos comprar uns frangos de churrasco e deslocámo-nos para o parque de merendas à beira rio.
Surpresa agradável, o Pina Jorge e a esposa juntaram-se a nós neste repasto. É o retorno de um grande amigo e grande impulsionador das nossas aventuras. Infelizmente por motivos pessoais não nos tem podido acompanhar nos últimos tempos.


Mal acabámos de comer seguimos até ao miradouro do Cervo, onde se pode observar do alto a Vila Nova de Cerveira, o Rio Minho e a Galiza . Excelente paisagem.
Claro que agora não podíamos abandonar a zona sem escalar nestas paredes de granito agressivo. E assim foi, sob a batuta do mestre Pina Jorge divertimo-nos à grande naquelas vias.
Depois do jantar a família Pina Jorge regressou a casa e nós fomos digerir o jantar até às vias artificiais que existem no parque da vila.
Para azar o Cardoso começava a dar ares de estar a "chocar" uma gripezita.


Segunda-feira (09/Jun)

Pela manhã fomos até Valença em busca da extinta via férrea que ligava Valença a Monção e que foi encerrada em 1990.
Só eu e o Vicente é que pegámos nas bikes e nos aventurámos a seguir a actual Ecopista do Minho ao longo dos seus 13 Km e retorno. Infelizmente o Cardoso não estava na melhor forma e ficou em Valença com os restantes elementos do grupo.
A realçar a calma que se sente ao longo da via, que percorre campos de vinhas e arvoredo. Já na parte final a via junta-se ao belo Rio Minho que corre tranquilo separando Portugal da Espanha.
Um esquilo negro decidiu correr um pouco á nossa frente e executar uma escalada rocha acima a fazer-nos roer de inveja, por não escalarmos nem com um décimo da habilidade e destreza.
Pelo caminho visitámos a Torre de Lapela, local onde à vinda bebemos uma tacinha de vinho verde tinto, que nos animou e deu energia para o resto da viagem. Ainda aproveitámos para apreciar as velhas estações (algumas recuperadas, outras nem por isso) e para fazer uma visita ao exterior de um Mosteiro antigo e também ele em ameaça de ruir.
Por fim vimos a fortaleza de Valença e do outro lado do rio a de Tuy indicando-nos assim o fim do passeio.
De tarde ainda fomos espreitar as paredes de escalada de Penice mas não chegámos a escalar, regressando à Vila Nova de Cerveira onde descansámos no parque de lazer.
Depois do jantar e em estilo de despedida voltámos às paredes artificiais para mais um momento de diversão.

Terça-feira (10/Jun)

Uma vez que o Cardoso não apresentava melhorias decidimos não efectuar a caminhada aos Moinhos da Montaria, mas certamente que teremos muito mais oportunidade para o fazer.
Foi mais um belo fim-de-semana de grande convívio e diversão.
E era chegada a hora do regresso a casa, satisfeitos por mais estas "aventuras" mas com fome de muito mais...


video
Dia 2

video

2 comentários:

Finalmente uma actividades englobando várias e variadas. Foi quase perfeito e a vontade de fazer uma coisa destas já era enorme. Pena o Cardoso ter adoecido mas esperamos que em breve esteja recuperado. Entre tanta coisa positiva há a salientar a "visita" do Pina Jorge que contamos também que em breve seja uma presença permanente. Quanto aos restantes elementos "desaparecidos" pode ser que ao verem esta notícia comecem também a aparecer.
De resto só tenho a acrescentar que já me apetece mais...

Agradeço o "Mestrado", e anseio novos encontros.
Foi o melhor que me podia ter acontecido nas circunstâncias que constactaram....
Um abraço para todos
PJorge