Sanabria - Peña Trevinca...

14/06/2009

Por terras algarvias...


Uma bela semana de férias por terras do Algarve onde aproveitei para descansar, conhecer, e fazer algumas (poucas mas boas) actividades e claro para estar com a minha filha que por lá se encontra a fazer um estágio de hotelaria (filha a trabalhar e pais de férias, inédito).
Inicialmente estava previsto fazer a Travessia em BTT pela "Via Algarviana", mas por impossibilidade de alguns elementos em estarem presentes ou por não conseguirem dispôr de toda a semana foi necessário alterar essa pretensão (embora agora essa vontade de realizar essa travessia ainda seja maior).
Assim dirigi-me mais a Natália a terras algarvias no dia 6/Jun sob fortes chuvadas e céu enegrecido. Por lá o tempo também não estava muito bom. Alguma chuva e tempo escuro e até fresco.
Aproveitámos então para visitar o que pudémos e fomos passando por lugares como, Vilamoura, Quarteira, Loulé, Vila Real de Santo António, Castro Marim, Tavira, Fuzeta, Silves e Portimão. Visitámos igrejas e castelos, e tudo o que nos pareceu interessante.
Recomendada a visita à FIESA (exposição de esculturas de Areia) perto da Guia.
Só a partir do dia 9 é que o Sol apareceu, e em força, o que me permitiu umas horas de praia e um belo banho nas águas mais quentes do Algarve.
No dia 10 juntamente com o Pedro Borges (também em férias pela zona de Albufeira) fui até à Rocha da Pena, local de escalada no Algarve, e finalmente tive a oportunidade de fazer qualquer coisa mais dinâmica e a meu gosto. Bonito local, boa rocha onde aproveitámos para matar saudades da escalada e "desenferrujar" um pouco, que já há muito que não faziamos nada do género.
Nesse dia chegou o Pedro Cardoso mais a Manuela e começámos logo a planear a actividade para o dia seguinte. Finalmente ia experimentar uma etapa da "Via Algarviana". Escolhemos a etapa 9 do percurso que liga São Bartolomeu de Messines a Silves, dado que pelo mapa passava junto a uma albufeira, o que poderia ser útil para refrescar caso o calor se mantivesse.
E assim foi, com o apoio da Natália e da Manuela que lá nos deixaram em Messines e nos recuperaram em Silves.
Bonito troço este com uma longa passagem pela albufeira e com passagem por serra, bons trilhos e alguma dureza, aumentada pelo calor que se fez sentir a partir do momento em que nos afastámos da água e entrámos numa zona de maior relevo.
Uma paisagem diferente daquela que nos habituámos a ver no Algarve turístico.
Durante os cerca de 30 km que efectuámos pudémos constatar que vale certamente a pena fazer esta via na sua totalidade.
Chegádos a Silves as nossas caras metades já nos esperavam com o reforço alimentar e líquido necessário à recuperação das forças.
O Dia 12 foi dedicado à praia e descanso, enquanto o Cardoso e a Manuela foram passear pela Serra de Monchique.
No último dia (dia 13) fomos até a Vila do Bispo e daí partimos mais uma vez pela "Via Algarviana" (14ª e última etapa do percurso) até ao Cabo de São Vicente e daí até à Fortaleza de Sagres.
Trajecto completamente diferente da etapa que tinhamos realizado em Silves, num terreno avermelhado e num final com vista para as falésias e mar de uma beleza ímpar.
Depois foi o regresso, longo, mas tranquilo até casa.
Na ideia, voltar à Rocha da Pena para Escalar e fazer a Travessia em BTT da Via Algarviana (mas noutra época do ano com temperaturas mais baixas).


Fotos nos links acima (em bold)

1 comentários:

Excelentes férias, bom descanso, mas acima de tudo um bom teste na Via Algarviana e aprovada A Rocha da Pena. Boas experiências a repetir.
Apenas o ideal é escolher uma época onde as temperaturas sejam mais baixas.