Serra de São Macário - Da Pena a Covas do Monte...

09/03/2017

Aldeias Históricas - Marialva (Novo Formato)...

Marialva é uma das dezasseis aldeias e freguesias do concelho de Mêda. A distância entre a sede de concelho e Marialva é de cerca de sete quilómetros pela EN324. Possui uma área de 19,15 km² de área e 255 habitantes, segundo os resultados obtidos nos Censos efectuados à população no ano de 2011. Esta antiga vila apresenta actualmente uma desertificação de cinquenta por cento.

Marialva encontra-se delimitada a Norte pelas freguesias de Mêda e Longroiva, a Oeste pela freguesia de Vale Flor, a Este pela aldeia de Barreira e a Sul pelas freguesias de Carvalhal, Coriscada e Rabaçal.

A parte antiga desta povoação situa-se numa vasta eminência rochosa, a 580 metros de altitude, sobranceira aos campos da Devesa atravessados pela ribeira de Marialva.

Esta freguesia é constituída por três aglomerados: a Devesa, o Arrabalde ou Vila, e a Cidadela.

A Devesa, situada a Sul da Cidadela, mais baixa e com terras férteis, estende-se pela planície até à Ribeira de Marialva, local onde, presentemente, se congrega o maior número de habitações, algumas delas construídas com a pedra da velha cidade. Aqui se ergue a ermida de Nossa Senhora dos Remédios, onde se realiza, em Agosto, a festa anual em honra desta santa. Neste aglomerado, outrora cidade de Aravor, terá existido um templo dedicado a Júpiter que, com o decorrer dos anos, se transformou em habitação senhorial e, posteriormente, em santuário cristão. Possuía duas torres e terá sido demolido nos finais do século XVIII.

O Arrabalde, também conhecido por Vila, é um conjunto habitacional fora de portas construído no sentido do antigo caminho para a Mêda, a Norte do castelo, e que apresenta uma malha urbana de traçado predominantemente medieval, onde proliferam igrejas, capelas, casas quinhentistas e senhoriais a par das habitações rurais com características típicas da casa beirã.

A Cidadela de Marialva, toda muralhada, é um local onde já ninguém habita.

A área económica desta povoação baseia-se, principalmente, na actividade agrícola, e tem como principais produtos, a batata, os cereais, o vinho e o azeite.

Aldeia da Beira Interior, Marialva foi uma das contempladas no Programa de Aldeias Históricas de Portugal formulado pelo governo português, em 1991. Desde então, tem sofrido restauros e beneficiações no seu imperdível património arquitectónico.



0 comentários: