Serra do Alvão - Fisgas do Ermelo...

08/01/2017

Caminhos de Santiago - O Caminho de Finisterra...



Única rota Jacobeia com origem em Santiago de Compostela, tem a sua meta no Cabo Finisterra.

Tradicionalmente, as peregrinações Jacobeias terminam na cidade de Santiago de Compostela. No entanto, desde sempre que muitos peregrinos, tanto da Península Ibérica como do resto da Europa, decidem continuar a sua viagem até à zona mais ocidental da Galiza junto às águas bravas do Oceano Atlântico.

O Cabo Finisterra, situado a cerca de 100 km a Oeste de Santiago de Compostela, é considerado por muitos o verdadeiro fim do Caminho de Santiago, existindo muitos peregrinos que, após visitarem Santiago e a sua catedral, continuam a peregrinação até ao extremo do Cabo.

A Costa da Morte era para os antigos, e assim se manteve até ao final da Idade Média, o último reduto da terra conhecida, a ponta ocidental da Europa continental, o troço final de um itinerário marcado no céu pela Via Láctea, um espaço mítico-simbólico que tinha como extremo a ponta do Cabo Finisterra.

Por esses motivos, era um lugar carregado de crenças e rituais pagãos que, com os tempos, se foi cristianizando, situação já patente em meados do primeiro milénio.

A partir do século XII, o Códice Calixtino (conhecido em latim como Liber Sancti Jacobi ou Codex Calixtinus, um conjunto de textos com origem entre 1150 e 1160, do final do pontificado de Gelmires e apresentado como sendo da autoria do Papa Calisto II, considerado uma fonte fundamental da história da peregrinação ao túmulo do apóstolo) assinalava que os discípulos de Santiago tinham viajado a Dugium (actual Finisterra) à procura da autorização dos romanos para enterrarem o apóstolo onde hoje é Santiago de Compostela. Os discípulos foram mandados prender mas quando fugiam dos romanos e prestes a serem alcançados a ponte que acabavam de atravessar caiu quando a tropa romana a passava.

Mais recentemente, a tradição Jacobeia prende-se com duas devoções populares da Galiza: a do Santo Cristo de Finisterra que, de acordo com Molina (século XVI) "acode os mais romeiros que venhem ao Apóstolo", e a da Virxe da Barca de Muxía que, segundo a tradição, acudiu a este formoso lugar numa barca de pedra para animar Santiago na sua pregação.


0 comentários: