Pedalando pelo GR28

A serra a arder perto do Merujal, 07 de Agosto de 2010.

Serra do Gerês

Caminhando entre Garranos, de 07 a 08 de Maio de 2005.

Serra de São Macário

Escalada na Pena, 15 de Setembro de 2013.

Serra da Estrela

I Travessia em autonomia total - Guarda - Loriga, de 12 a 16 de Abril de 2004.

Linha do Dão - Ponte de Nagoselas

Travessia BTT pelas Linhas do Dão e Vouga, de 09 a 11 de Abril de 2009.

Caminhos de Santiago

Travessia do Rio Lires no Caminho de Finisterra, de 29 a 31 de Julho de 2010.

Serra de Montemuro

Nas Minas de Moimenta, 29 de Janeiro de 2011.

Linha do Corgo - Ponte do Tanha

Travessia da Linha do Corgo, de 06 a 10 de Outubro de 2013.

Serra do Caramulo

Nas neves do Caramulo com vista para a Serra da Estrela, 04 de Dezembro de 2010.

Aldeias Históricas

De BTT em autonomia total pelo GR22, de 28 de Abril a 01 de Maio de 2006.

Linha do Minho...

29/09/2015

Pelas Escarpas da Mizarela


Fomos este Domingo até à Serra da Freita para fazer o PR7 - Nas Escarpas da Mizarela.

Depois de termos tomado um café junto à Mizarela, o grupo formado pela Sara, Tina, Manuela, Fátima, Carla, Sílvia, Amaral, Cardoso, DJ, Francisco e Rui Correia partiu para percorrer este curto mas exigente percurso.

O tempo, que na zona litoral se encontrava bastante cinzento, encontrava-se aqui bastante estival, levando-nos a aliviar da roupa em excesso.

Após passarmos junto às paredes de escalada de Cabaços entrámos na zona mais escarpada que nos leva ao afloramento de quartzo, Iniciámos aí a descida mais acentuada até ao rio e ao lugar da Ribeira. 

A descida bastante acentuada foi percorrida com muita calma, fazendo com que o grupo se alongasse.

Reagrupámos e descansámos junto à ponte que passa sobre  a cascata.  Retomámos depois a descida até ao rio voltando a reagrupar o grupo junto à povoação. Aproveitámos para hidratar e comer alguma coisa.

Ninguém ousou ir ao banho nas “marmitas” que o rio Caima forma nesta zona porque a água parecia estar bem fresca.

Seguiu-se então a parte mais difícil do percurso, devido ao desnível da subida. É também a parte mais bonita, com vista para a Frecha da Mizarela. A subida foi feita ao ritmo de cada um. Durante a subida apercebemo-nos que estavam alguns aventureiros a praticar canyoning, descendo a cascata em rapel.

Já na esplanada-miradouro, em frente ao café de onde partíramos, tivemos a agradável surpresa da companhia da Zita e do Pina Jorge. Também o Bruno, impedido de fazer o percurso por razões profissionais, se juntou ao grupo. Fomos acabar a actividade para o restaurante Mira Freita onde recuperámos do desgaste sofrido durante a actividade.



13/09/2015

Pelo Trilho dos Incas



Ontem fomos percorrer a versão curta do Trilho dos Incas.

O grupo foi constituído pela Manuela e Tina Coutinho, Amaral, Pina Jorge, Mariana e Vicente, Cardoso, Zé Figueiredo e Francisco.

Iniciámos a caminhada junto ao Parque de Campismo da Fraguinha, na direcção da povoação da Póvoas das Leiras.

Seguimos pelo trilho "Rota das Bétulas" mas uma inundação junto da pequena reserva de água, obrigou-nos a um pequeno desvio. Regressámos depois para a levada que acompanha parte do percurso.

Junto ao coreto, onde uma curiosa placa informa que “é proibido dançar na estrada”, tomámos então o desvio para o Trilho dos Incas, 

Este trilho,  dada a beleza da paisagem envolvente e ao trilho em si, é daqueles que nunca nos cansaremos de percorrer.

O tempo não estava muito quente pelo que não foi difícil chegar ao topo da Serra da Ribeira e daí subir ao Parque eólico. Pelo caminho fizemos uma paragem para descansar e comer qualquer coisa.

A subida, por vezes acentuada, foi feita com alguma dificuldade por alguns dos elementos, No entanto o apoio dado pelos mais bem preparados fisicamente ajudou a vencer esse obstáculo. 

No final o repasto foi no Mira Freita, onde o bife do costume , apesar de bom, estava demasiado bem passado. Melhor mesmo foi o convívio entre os caminhantes numa autêntica sessão de camaradagem e boa disposição que a todos agradou e encheu a alma.

Há muito entusiasmo para a realização do “Grande Meeting Espírito de Aventura 2015” que iremos tentar organizar para breve.